Distritais cobram instalação da CPI da Saúde

Protocolado há 15 dias, o requerimento de criação de uma comissão parlamentar de inquérito para investigar a má gestão na saúde pública do Distrito Federal ainda não foi lido no plenário da Câmara Legislativa. Na sessão desta quinta-feira (31/3), diversos distritais cobraram a instalação da CPI da Saúde. Segundo o deputado Bispo Renato (PR), o deputado Lira (PHS) teria retirado o requerimento sem consultar os demais signatários. “Não pode ser uma decisão monocrática”, reclamou.

O líder do PT na Casa, deputado Wasny de Roure, concordou com o colega e se disse estarrecido com a retirada do requerimento. “Confiança exige reciprocidade”, apontou. “Essa situação soa mal. O requerimento tem de ser reapresentado e lido no plenário. A saúde está um caos há muito tempo”, completou Wellington Luiz (PMDB).

Já o deputado Ricardo Vale (PT) cobrou explicações por parte do deputado Lira, que coletou as assinaturas. “Precisamos saber se isso foi coisa dele ou do governador. Ele retirou sem falar com ninguém”, disse.

O objetivo da CPI da Saúde, assinada por 15 parlamentares, é “investigar indícios de malversação de recursos públicos” na Secretaria de Saúde do DF no período de janeiro de 2011 e março de 2016; ou seja, nos governos de Agnelo Queiroz (PT) e de Rodrigo Rollemberg (PSB). Com informações da Comunicação Social da Câmara Legislativa

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here