Mais de 150 mil devem acompanhar votação do impeachment no Congresso

Com a proximidade da votação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff pelo plenário da Câmara, dentro de no máximo três semanas, o clima entre os favoráveis e os contrários ao afastamento da petista deve se acirrar ainda mais. E os dois lados prometem acompanhar e pressionar os parlamentares, o que torna disputado cada metro quadrado de gramado em frente ao Congresso Nacional.

Diferentemente do que ocorreu em 29 de setembro de 1992, quando a Câmara dos Deputados votou a favor da abertura do processo de impeachment de Fernando Collor — e não havia dois lados políticos em conflito ideológico no país —, desta vez, há a polarização do Brasil. Nas duas últimas grandes manifestações realizadas em Brasília, a soma do público presente superou 150 mil pessoas, segundo a Polícia Militar: 50 mil no ato em apoio à presidente, na quinta-feira passada, e 100 mil manifestantes no protesto a favor do impeachment, em 13 de março.

É certo que não dá para cravar o número de pessoas nas ruas durante os dias de votação do impeachment, mas, seguindo a movimentação nos últimos protestos, o Correio chegou ao número de 5,27 pessoas por metro quadrado somente no gramado em frente ao Congresso. Com uma área de 28.453 metros quadrados, a área mais disputada de Brasília deverá ser dividida ainda com muitos carros de som, barracas e bandeiras.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here