Agentes penitenciários, a peregrinação

Enquanto não alcança o objetivo, a comissão de concursados de agentes penitenciários peregrinam de gabinete em gabinete, seja na Câmara Legislativa ou no Congresso Nacional, para garantir, na teoria, para o curso de formação para todos os aprovados. Em uma das últimas visitas, o anfitrião foi o senador Hélio José (PMDB). O parlamentar recebeu o grupo na última quarta-feira, 18.

Como não poderia ser diferente, o senador defendeu a nomeação. Além disso, alertou para a celeridade da convocação dos concursados. “A cada dia que passa a situação fica mais insustentável”, disse Hélio José.

O assunto até é familiar ao parlamentar. Na semana passada, ele presidiu a Comissão de Direitos Humanos, em audiência pública que debateu o sistema prisional no Brasil.

Existem alguns obstáculos que a comissão, avaliam seus integrantes, precisam ser ultrapassados. O mais crítico seria de que dos 850 aprovados no último concurso público, o GDF quer oferecer curso de formação para apenas 500 agentes. A comissão, é claro, não aceita.

Para jogar uma pressão no Palácio do Buriti, a comissão tenta também conscientizar a população para os riscos do governo não nomear os agentes. Para isso, uma cartilha foi confeccionada por eles e espalhada nas redes sociais.

Fonte: guardiandf.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here