Operação da Polícia Civil cumpre mandados contra deputados no DF

Investigados teriam participado de um esquema que destinava 30 milhões de reais de sobras orçamentárias de 2015 a empresas que prestam serviços à Secretaria.

A Polícia Civil cumpre nesta terça-feira 14 mandados de busca e apreensão e 8 de condução coercitiva na Câmara Legislativa do Distrito Federal, na casa de parlamentares, servidores e ex-servidores. A Operação Dracon busca apurar as denúncias apresentadas pela deputada Liliane Roriz (PTB) na semana passada.

Segundo a deputada, os investigados teriam participado de um esquema que destinava 30 milhões de reais de sobras orçamentárias de 2015 a empresas que prestam serviços à Secretaria de Saúde do DF, principalmente nas áreas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de hospitais. O objetivo da operação é buscar provas dos crimes de corrupção ativa, passiva ou concussão envolvendo os distritais e servidores.

Os principais alvos da operação são membros da mesa diretora da Casa. A presidente da Câmara, Celina Leão, o primeiro-secretário da mesa, Raimundo Ribeiro; o segundo secretário, deputado Julio César; o terceiro secretário, Bispo Renato Andrade; o servidor da Câmara, Alexandre Braga Cerqueira; o ex-servidor, Valério Neves Campos; e o ex-presidente do Fundo de Saúde do DF Ricardo Cardoso dos Santos.

A decisão judicial do Tribunal de Justiça do DF  determinou ainda o afastamento cautelar dos investigados dos cargos de Presidente e membro da Mesa Diretora da Câmara Legislativa até o fim das investigações.

Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here