Membros da bancada do DF sugerem 30 propostas para a LOA 2017

14519899_1849447045290101_662044497969919595_nEm reunião da Bancada do Distrito Federal realizada hoje (10), na Câmara dos Deputados, o deputado Izalci Lucas (PSDB/DF), coordenador da bancada, sugeriu 30 propostas para a Lei Orçamentária Anual 2017 (LOA). Entre as propostas, 14 foram do Governo do Distrito Federal (GDF), contemplando as áreas de educação, saúde, segurança, transporte, cultura e turismo.

Entre as emendas sugeridas, está a construção do Centro de Comando e Controle da Polícia Militar, a construção de 10 escolas e a Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde (R$ 112,3 milhões), a construção de um Novo Instituto de Medicina Legal da Polícia Civil do DF (R$ 20 milhões), a conclusão das estações do Metrô na Asa Sul, nas quadras 104, 106 e 110 (R$ 76,5 milhões), a reforma do Teatro Nacional (R$ 24 milhões), a implantação do Projeto Orla (R$ 60 milhões), além da implantação da Rede Integrada do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) (R$ 51 milhões).

“Ouvimos todos: GDF, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, UnB, Escola de Música de Brasília, Hospital Sarah Kubitschek, TJDF e muitos outros. Definimos como emenda impositiva recursos para Educação, Construção de 11 Escolas (R$ 112 milhões), e para Saúde e Segurança Pública (R$ 112 milhões). Este ano está sendo construído o Hospital do Câncer com R$ 122 milhões de nossas emendas. E ainda a Bancada do DF vai apresentar mais 20 emendas de diversos valores, que não são impositivas, mas vamos correr atrás para execução”, disse o deputado Izalci.

Participaram também da reunião alguns prefeitos recém eleitos no Entorno, como: Hildo do Candango (Águas Lindas), Pábio Mossoró (Valparaíso), Sônia Chaves (Novo Gama), Fábio Correa (Cidade Ocidental), Dr. Davi (Planaltina-GO). Os prefeitos pediram mais atenção com a região.

Uma outra preocupação da Bancada é com a execução das emendas. “Desde 2009, o GDF não conseguiu executar nenhum emenda de Bancada do DF. Estamos cobrando a emenda impositiva para o Hospital do Câncer e agora mais emendas impositivas no valor de R$ 222 milhões” destacou Izalci.

1 COMENTÁRIO

  1. Esse deputado Izalci fala muito mas age pouco. É tanta reunião, sem ação. Algo de concreto nunca vi levando p cidade alguma. As pessoas querem é ação, chega de discursos e reuniões. Como tem pretensões para 2018, agora vem criticar o Rollemberg que ele mesmo apoiou na campanha de 2014. Pq não aproveita sua influência para dar sugestões, conselhos e opiniões ao governador que ainda esta em exercício e fazer algo de bom para a cidade? Izalci esteve a dias atras visitando o HMIB, (fotos e mais fotos) sim e aí? levou algo de bom, não levou nada. Chega de hipocrisia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here