Coluna Entorno: Quais foram os grupos políticos que saíram fortalecidos e enfraquecidos nas Eleições de 2016 na região do Entorno?

Antes de avaliarmos os grupos fortalecidos ou enfraquecidos vamos avaliar o que é a região do Entorno e quais as diferenças dela em relação a RIDE-DF.

Entorno ou Região Metropolitana?

Os principais municípios que formam a região metropolitana ao redor do Distrito Federal são Planaltina de Goiás, Águas Lindas de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, Novo Gama, Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e Luziânia. No total, são sete municípios que no dia a dia estão mais ligados ao Distrito Federal, em vários fatores, como emprego, saúde pública e outros.

Região Metropolitana X RIDE

A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE-DF é bem diferente da região metropolitana do DF, região está que tem uma dependência bem maior do Distrito Federal do que a RIDE. A RIDE é composta por 19 municípios do Estado de Goiás, três do Estado de Minas, mais o DF.

Quem se fortaleceu?

O partido que mais se fortaleceu no Entorno foi o PSDB. Nas eleições de 2012 o partido não havia eleito nenhum prefeito. Hildo do Candango, prefeito de Águas Lindas de Goiás, foi eleito pelo PTB e trocou o partido pelo PSDB. Em 2016, o PSDB reelegeu Hildo do Candango; elegeu Sônia Chaves, em Novo Gama; e Pábio Mossoró, em Valparaíso de Goiás.

Luziânia x TSELuziânia x TSE

A eleição em Luziânia virou caso de justiça. Nas urnas venceu o prefeito Cristovão (PSD), porém sua candidatura estava indeferida com recurso. Este é um caso isolado. O resultado tanto pode favorecer Cristovão, quanto o segundo colocado, Marcelo Melo (PSDB). Outra possibilidade é a realização de outra eleição. Caso Melo seja empossado, o PSDB passará a ter quatro prefeitos no Entorno.

Partidos fortalecidos

PROS, PMDB e PRTB elegeram um prefeito cada. O PROS elegeu Dr. Davi, em Planaltina, o PMDB elegeu Dr. Adolpho em Santo Antônio e o PRTB, Fábio Correa, em Cidade Ocidental.

Quem se enfraqueceu?

O PTB elegeu dois prefeitos em 2012. Giselle Araújo, em Cidade Ocidental e Hildo do Candango, em Águas Lindas. Em 2016, o partido ficou sem nenhum prefeito na região.

Partidos enfraquecidos

Em 2012, PSC, PTC, PDT, PPL e o PT elegeram um prefeito cada. O PSC elegeu Zé Neto, em Planaltina. Zé Neto perdeu o mandato. Reis do PTC, passou a governar o município. O PDT elegeu Itamar, em Santo Antônio. O PPL elegeu Everaldo Vidal, em Novo Gama e o PT elegeu Lucimar Nascimento, em Valparaíso. Nenhum partido elegeu prefeitos no Entorno em 2016.

Incógnita

O PSD é uma incógnita. Enquanto a justiça não resolver a situação em Luziânia, não saberemos se o partido manterá o resultado de 2012, com um prefeito eleito.

Em baixa

Por décadas a família Tatico foi procurada por diversos candidatos do DF, Goiás e Minas. Todos em busca de apoio político e financeiro, porém, nas Eleições de 2016, o quadro começou a mudar. Em Águas Lindas, Enio Tatico, filho do ex-deputado federal, Zé Tatico, foi candidato a prefeito e amargou o terceiro lugar. Em São Luiz de Montes Belos, a filha, Mércia Tatico não conseguiu se reeleger. Já em Padre Bernardo, Dr. Aline, que tinha o apoio de Zé Tatico, ficou em segundo lugar.

* A Coluna Entorno é escrita por Sandro Gianelli e impressa todas as quartas no Jornal Alô Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here