Vendas do comércio do DF tiveram queda de 13,38% em janeiro

As vendas do comércio brasiliense registraram queda de 13,38% em janeiro de 2017 na comparação com dezembro do ano passado. As vendas do setor de serviços também tiveram uma redução de 7,33%. É o que mostra a Pesquisa Conjuntural de Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal, realizada pelo Instituto Fecomércio, com apoio do Sebrae. Segundo o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, a queda já era esperada e é sazonal, devido à comparação do mês de janeiro com o pico de vendas natalinas, em dezembro.

Adelmir explica que as obrigações de início de ano já chegaram para o consumidor. O pagamento de impostos, despesas escolares e dívidas que se arrastam há algum tempo explicam a queda nas vendas em janeiro deste ano. “Esse movimento em janeiro reflete a desaceleração do consumo diante de índices ainda elevados de endividamento das famílias e desemprego. O Natal não conseguiu sustentar os resultados em janeiro, mesmo com as ofertas e movimentos de trocas de presentes, confirmando a redução da capacidade de compra da população consumidora”, aponta Adelmir.

A maioria dos segmentos do comércio registrou queda nas vendas em janeiro de 2017, menos o de livraria e papelaria que, em face da volta às aulas, alcançou 67,49% de incremento nas vendas e o de Auto Peças e Acessórios com crescimento de 7,39%.

Entre o segmentos que registraram queda estão: Calçados (-35,67%); Joalheria (-30,35%); Cama, Mesa e Banho (-26,13%); Vestuário e Acessórios (-25,75%); Comércio Varejista de Bebidas (-24,09%); Cosméticos e Perfumaria (-18,30%); Farmácia (-11,18%); Móveis (-10,94%); Minimercados, Mercearias e Armazéns (-9,91%); Artigos de Armarinho, Suvenires e Bijuterias (-8,81%); Óptica (-7,86%); Padaria e Confeitaria (-6,40%); Ferragens e Ferramentas (-6,32%); Material de Construção (-5,85%) e Suprimento de Informática (-3,88%).

No setor de serviços, o destaque em janeiro ficou para o segmento de Atividades de Condicionamento Físico (8,95%) seguido por Capacitação e Treinamento (6,28%). Os segmentos de serviços que apresentaram queda nas vendas no mês de janeiro foram: Cabeleireiros (-24,78%); Bares, Restaurantes e Lanchonetes (-12,70%); Promoção de Vendas (-10,17%); Manutenção e Serviços para TI (-7,52%); Organização de Feiras, Congressos e Festas (-5,28%); Atividade de Contabilidade (-2,91%) e Sonorização, Fotografias e Iluminação (-2,89%).
Fonte: Fecomércio-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here