Contra o financiamento público

O deputado federal Ronaldo Fonseca (PROS) tem se manifestado contrário ao financiamento público de campanha. Segundo o parlamentar, serão gastos quase dois bilhões somente no primeiro turno das eleições. O parlamentar acha um erro que o estado distribua dinheiro público para manter os partidos anualmente e ainda custear as eleições. Ronaldo defende que, se o estado financiar as eleições, durante o mandato, os políticos percam suas regalias e atuem pelo sacerdócio, morando em quitinetes e sem as benesses que hoje possuem. Em relação a lista fechada, o parlamentar define como uma forma de defesa para os políticos que não querem ficar de fora da vida pública.

Por Sandro Gianelli
Coluna On´s e Off´s / Jornal Alô Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *