“Recursos aprovados para a área de Saúde não foram gastos”, afirma Prudente.

Estudo feito pelo gabinete do deputado distrital Rafael Prudente (PMDB) mostra que os recursos aprovados pela Câmara, para serem usados na área de Saúde, no primeiro quadrimestre de 2017, não estão sendo gastos. Para o parlamentar, dos R$ 291 milhões aprovados em algumas rubricas, o governo empenhou apenas R$ 93 milhões, isso significa dizer, que R$ 197 milhões estão parados nos cofres do governo. “Esse dinheiro tem que ser usado para compra de medicamentos, manutenção de equipamentos e pagamentos de serviços e assistências complementares, como tratamento com quimioterapia e radioterapia”, disse Prudente.

Por Sandro Gianelli
Coluna On´s e Off´s / Jornal Alô Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here