Escolha uma Página

O requerimento de urgência da proposta de reforma trabalhista (PL 6.787/16) foi aprovado na Câmara dos Deputados. Com a aprovação da urgência, não será possível pedir vista ou emendar o texto na comissão especial. Votaram favoráveis os deputados Alberto Fraga (DEM), Izalci Lucas (PSDB), Laerte Bessa (PR), Ronaldo Fonseca (PROS) e Rogério Rosso (PSD). A deputada Erika Kokay (PT), Rôney Nemer (PP) e Augusto Carvalho (SD) foram contrários.

Por Sandro Gianelli
Coluna On´s e Off´s / Jornal Alô Brasília