Escolha uma Página

O brasiliense terá que se acostumar com o racionamento de água que não tem previsão para encerrar e ainda terá que pagar mais caro pela água. O aumento será de pouco mais de 3% e terá inicio no dia 1º de junho. A autorização foi dada pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa).

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília