Escolha uma Página

A Coluna On’s e Off’s entrevistou o policial militar Hermeto. A entrevista aconteceu por volta de 1h da manhã, quando o PM estava de serviço voluntário. Hermeto chega a tirar 8 serviços voluntários por mês e atualmente trabalha na assessoria parlamentar da Polícia Militar na Câmara Legislativa. Policial da ativa, é primeiro suplente de deputado distrital pelo PMDB e pré-candidato nas eleições de 2018.

Hermeto, Suplente de deputado distrital

A falta de um deputado distrital da polícia militar traz quais problemas para a PM?

Faz muita falta um PM e nossa corporação só terá um deputado distrital se houver união. A corporação sem um representante na Câmara Legislativa fica sem condições de negociar e fazer pressão junto ao governo nas questões pertinentes a PM. Se você não tiver uma base eleitoral fora, dificilmente você se elege, por causa da grande quantidade de policiais que saem candidato.

Como morador e ex administrador da Candangolândia quais sãos os problemas e melhorias que a cidade teve nessa gestão?

A situação da Candangolândia é muito complicada. Uniram três cidades para um único administrador. O que dificulta a eficiência do atendimento, hoje com quase três anos de gestão não houve nenhuma obra de melhoria na cidade. Os espaços públicos estão abandonados. No final do ano passado a administração devolveu recursos por falta de gestão.

Para você o fato da Candangolândia não ter mais um administrador prejudica na manutenção da cidade?

Cada cidade tem sua história e luta em prol da sua emancipação política e isso foi jogado fora. A economia que tem sido feita é insignificante para o transtorno que causa aos moradores. É muito prejudicial a falta da figura desses administradores.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília