“O adversário não é de direita”.

Entrevistamos o deputado federal Alberto Fraga (DEM) que anunciou ser pré-candidato ao governo e que só abrirá mão da candidatura se algum candidato da direita estiver melhor nas pesquisas de intenção de votos.

Houve um racha na aliança dos candidatos de direita?

O DEM, PR, PP, PMDB e PTB não estão sendo convidados para os debates realizados pelo PSDB. O acordo entre os pré-candidatos de direita era que todos andariam juntos, unidos, até a definição do nome.

Você abriria mão da candidatura ao GDF?

Ninguém pode ser candidato de si próprio. Se lá na frente, algum dos pré-candidatos da direita estiver melhor posicionado do que eu, aceito ser candidato ao Senado, mas reafirmo, sou pré-candidato ao GDF e estou honrando um compromisso pré acertado entre os partidos de direita.

Como administrar o desejo individual dos pré-candidatos em governar o DF?

A direita precisa estar unida para salvar Brasília do caos que está aí. O adversário não está na direita. Unida, a direita voltará a administrar o GDF.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *