Escolha uma Página

Foto: Leonardo Prado / Câmara dos Deputados

A Medida Provisória 759, que entre outros temas, trata da regularização de condomínios, não conseguiu sensibilizar todos os parlamentares do DF no Congresso. Apesar de ser um assunto de interesse de mais de um milhão de brasilienses. No senado, o senador Reguffe (sem partido/foto) votou contra e Cristovam Buarque (PPS) não participou da sessão. Na Câmara dos Deputados Erika Kokay (PT) foi contrária e Rogério Rosso não esteve presente na sessão.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília