Coluna Entorno | Processo legislativo viciado

O Ministério Público, ajuizou, ação civil pública questionando o aumento ilegal de salário da prefeita, vice-prefeito e secretários de Novo Gama. Segundo o documento, o reajuste teria sido aprovado após passar por processo legislativo viciado.

Everaldo vetou

O ex-prefeito Everaldo Vidal (PP/foto) havia vetado o projeto de Lei nº 1688/16, que visava o aumento salarial dos agentes públicos e gestores municipais na administração de 2017 a 2020. A Câmara de Vereadores derrubou o veto com maioria simples, era necessário dois terços dos vereadores para rejeição do veto.

Anulação imediata

A nova presidente da Câmara, vereadora Ilma do Baduca (PSDB/foto) promulgou a Lei nº 1589/17, que autorizou o aumento salarial. Para a promotora a lei é ilegítima e ilegal, atentando contra o patrimônio público, a legalidade e a moralidade administrativa.E pede a anulação imediata da lei.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFim do comércio nas escolas
Próximo artigoSem impunidade
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here