TCDF nega suspensão de processo

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) nega que tenha suspendido processo licitatório para manutenção de câmeras de vigilância em unidades de saúde. O TCDF reafirma que não há qualquer decisão vigente que suspenda licitação ou contrato da Secretária de Saúde (SES) com esse objeto.

Auditória em equipamentos

O processo que tramita no TCDF é uma auditoria, feita entre agosto e novembro de 2016, para verificar a situação de vários equipamentos adquiridos pela Secretaria de Saúde, e que averiguou, entre outros itens, as câmeras de segurança.

Comprou mas não recebeu

Nessa auditoria, especificamente em relação às câmeras de vigilância, o corpo técnico do TCDF apurou que apenas cerca de 10% das 900 câmeras compradas em 2012 pela SES foram efetivamente instaladas.

Edital mal feito

O motivo real para o não funcionamento das câmeras de vigilância é que a SES adquiriu as câmeras em 2012, mas não incluiu na compra outros equipamentos fundamentais para garantir o funcionamento da rede de vigilância eletrônica.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDificuldade financeira e má gestão
Próximo artigoTransporte moderno

Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here