Perguntar não ofende

“De repente o recurso apareceu?” Foi o questionamento do deputado Wasny de Roure (PT), em relação às finanças da saúde pública do Distrito Federal, durante a votação da Lei que criou o Instituto Hospital de Base.

Sem problemas

Durante a votação do projeto de lei que criou o Instituto Hospital de Base (IHB), o deputado distrital Wellington Luiz (PMDB), lembrou o deputado Lira (PHS), que a poucos dias ele não havia achado grandes problemas na saúde pública do DF. A lembrança foi por conta dos ataques de Lira aos sindicatos.

Provocações

Durante a votação as galerias do Plenário da Câmara Legislativa estavam cheias. Pessoas a favor e contrárias a criação do Instituto se revezavam entre gritarias e, em alguns momentos, ofendiam os parlamentares.

Sem discriminação

Os senhores esperem o seu momento. Se elejam deputado e venha para cá. Disse o distrital Wasny em resposta às provocações vindas das galerias do Plenário da Câmara. Para Wasny o GDF não ganhará nada tratando o servidor público de maneira discriminatória.

Impasse na aprovação

Segundo o deputado distrital Chico Vigilante os Projetos que preveem isenção de imposto têm que ter 16 votos favoráveis. Faltaram 3 votos para o quórum qualificado. Vigilante afirmou que o presidente Joe Valle não poderia declarar o projeto como aprovado. Segundo a Lei Orgânica do DF o projeto deveria ser rejeitado.

Discurso infeliz

Durante seu pronunciamento o distrital Lira (PHS) fez algumas críticas a presença das ex-deputadas Maninha (PSOL) e Arlete Sampaio (PT).

Compromisso com a cidade

Wasny pediu respeito às ex-parlamentares. Para Wasny as ex-deputadas estavam na Casa por conta do compromisso que elas têm com a cidade e com a saúde. Os distritais Chico Leite (Rede), Raimundo Ribeiro (PPS) e Chico Vigilante (PT) também defenderam Maninha e Arlete.

Campanha extemporânea

O deputado Agaciel Maia (PR) parabenizou o presidente do sindicato dos médicos pelo trabalho de oposição à criação do IHB e alertou a Justiça Eleitoral para uma possível campanha extemporânea.

Ironia

Para Agaciel, Gutemberg deve ser eleito nas eleições de 2018. E alerta que na próxima eleição haverá apenas 23 vagas na disputa, porque uma já é do Gutemberg. Agaciel

lembrou da enorme estrutura utilizada pelos sindicatos para pressionar os deputados distritais. Raimundo Ribeiro e Júlio César também criticaram Gutemberg.

IHB aprovado

Foram 8 horas de debates para finalizar a votação do Instituto Hospital de Base (IHB). Houveram dúvidas sobre a quantidade de votos necessárias. Teve liminar negada pela Justiça. E no final, é provável que a criação seja Judicializada. Caso tudo fique bem o IHB deve entrar em funcionamento em janeiro de 2018.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPasse livre
Próximo artigoColuna Entorno | Abre o olho DF
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here