Escolha uma Página

O Ministério Público do Distrito Federal deu início a operação “Genebra”. O objetivo é apurar irregularidades na contratação da organização social Cruz Vermelha pela Secretaria de Saúde em 2010. O ex-secretário de Saúde do DF, Joaquim Barros Neto foi um dos alvos de condução coercitiva.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília