Permissionário de taxi

A Justiça aumentou a condenação de conselheiro do Tribunal de Contas do DF, Manoel Neto, por improbidade administrativa. Manoel foi acusado pelo Ministério Público de manipular uma auditoria sobre o trabalho de taxistas no DF. A multa corresponde a dez salários do cargo ocupado por ele em 2015.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorOperação Genebra
Próximo artigoE os almoços continuam…
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here