Coluna Entorno | Porte ilegal de arma

A promotora de Justiça Tarsila Costa Guimarães propôs ação civil pública contra o ex-comandante do 19° Batalhão da Polícia Militar de Novo Gama, Damião Cícero Santana, por ter determinado indevidamente a liberação de uma pessoa presa em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e por condução de moto sem licenciamento.

Improbidade Administrativa

A promotora requereu a condenação do ex-comandante nas penalidades previstas na Lei de Improbidade Administrativa, com a perda do cargo que exerce na Polícia Militar, suspensão de direitos políticos, pagamento de multa e proibição de contratar com o poder público.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here