Ritmo acelerado

Denúncia de corrupção passiva contra o presidente da república, Michel Temer, é recebida pelo secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Wagner Padilha. Aliados do presidente no Congresso pretendem acelerar a tramitação do processo na Câmara como forma de reduzir o desgaste de Temer.

Quebra de braço

Aliados de Michel Temer pretendem inviabilizar o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), caso o escolhido não seja o deputado Alceu Moreira (PMDB-RS). Para pressionar, os governistas estão dispostos a paralisar os trabalhos no colegiado.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna Entorno | Improbidade administrativa
Próximo artigoLista tríplice na segurança
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here