Escolha uma Página

Denúncia de corrupção passiva contra o presidente da república, Michel Temer, é recebida pelo secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Wagner Padilha. Aliados do presidente no Congresso pretendem acelerar a tramitação do processo na Câmara como forma de reduzir o desgaste de Temer.

Quebra de braço

Aliados de Michel Temer pretendem inviabilizar o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), caso o escolhido não seja o deputado Alceu Moreira (PMDB-RS). Para pressionar, os governistas estão dispostos a paralisar os trabalhos no colegiado.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília