Escolha uma Página

O Ministério Público do Estado de Goiás acionou o presidente da Câmara de Valparaíso de Goiás e mais quatro servidores visando à anulação de atos de nomeação de parentes de agentes políticos no Legislativo, bem como à responsabilização pela prática de atos de improbidade administrativa, decorrentes da constatação de nepotismo.

Sem farmacêuticos

Por falta de farmacêuticos, Secretaria de Saúde de Luziânia suspendeu a distribuição de medicamentos em 15 postos de saúde. A entrega dos remédios está sendo realizada em apenas 7 unidades. Uma resolução do Conselho Federal de Farmácia exige a presença de um farmacêutico em todos os pontos de entrega dos medicamentos.

30 milhões liberados

O prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró (PSDB), comemorou a desafetação da área para a construção do Hospital de Urgências (HUGO), aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores e sancionada pelo Executivo. O governador Marconi Perillo liberou R$ 30 milhões para a obra que beneficiará Valparaíso e toda a região do Entorno.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília