Justo, justíssimo

O presidente do PTB do Distrito Federal, Alírio Neto (foto), defende que o Distritão seja a forma mais justa de se eleger vereadores, deputados distritais e federais. Porém, não acredita que os deputados federais aprovarão o Distritão em plenário. Para Alírio seria uma grata surpresa se isso ocorresse.

Benefício próprio

Alírio entende que a maioria dos parlamentares, que hoje estão na Câmara dos Deputados, foram eleitos e beneficiados pelo sistema atual de votação. Desta forma, aprovar o Distritão seria legislar contra a possibilidade de seus retornos à Câmara. Se o Distritão estivesse em vigência nas Eleições de 2014, Alírio teria sido eleito.

Resultado alterado

Além de Alírio Neto, o PRB teria eleito um deputado federal pelo DF, seria Paulo Vitor (foto). Os deputados federais Laerte Bessa (PR) e Augusto Carvalho (SD) não teriam sido eleitos. Ambos foram puxados pela votação de outros parlamentares. Bessa foi puxado por Fraga (DEM) e Augusto por Rogério Rosso (PSD).

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *