Sem transparência

Foto: Murillo Constantino

O presidente Michel Temer (PMDB) vetou artigo que previa auditoria da dívida pública federal. Só em 2017, está previsto o pagamento de mais 1 trilhão e 200 bilhões de reais em juros e amortizações. A dívida é responsável por 44% dos gastos da União em 2017. Os vetos deverão ser votados em 30 dias pelo Congresso Nacional

Justificativa

Na justificativa do veto, o presidente Michel Temer afirmou que o Tribunal de Contas da União já tem a prerrogativa de auditar a dívida pública federal. O governo entende que a composição da dívida é totalmente transparente. No site do Banco Central tem a composição de todos os títulos.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFalta coragem…
Próximo artigoAumento ilegal

Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here