Escolha uma Página

O governo do Distrito Federal não descartou ter que parcelar o salário dos servidores em setembro deste ano. A proposta que tem sido avaliada pela equipe econômica local desde junho é de parcelar os salários em duas vezes: um depósito inicial de 80% dos vencimentos e outro equivalente aos 20% restantes.

Bateu a porta

Pelo visto a crise bateu de vez a porta do GDF. O fantasma do parcelamento assombra os planos de reeleição do governador Rodrigo Rollemberg. Até o momento, diferente de outros estados, o governo vinha conseguindo manter os salários em dia. Atualmente, o GDF tem fechado o mês devendo em média R$ 240 milhões.

Por Sandro Gianelli / Coluna On’s e Off’s / Jornal Alô Brasília