On´s e Off´s | Cléber Pires desiste de candidatura nas eleições de 2018

Por Sandro Gianelli

Fora da disputa

Cléber Pires, presidente da ACDF

Cotado como pré-candidato nas eleições de 2018, o presidente da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), Cleber Pires, anunciou que não é filiado e que não se filiará a nenhum partido, pois não pretende mais disputar nenhum cargo eletivo nas eleições de 2018.

No rumo certo

Cleber entende que o GDF acertou na nomeação de Valdir Oliveira para a Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável. Segundo ele, Valdir tem 100% do apoio do setor produtivo. “Precisamos de mais uns cinco ou dez gestores, como ele, para colocar o DF no rumo.

Autonomia

Valdir Oliveira, Secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável

Cléber entende que o segredo do sucesso na Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável é que o atual secretário não aceita ingerência do governo. “Valdir é o homem certo no local certo. Além de ser um dos poucos secretários que o governador Rodrigo Rollemberg escuta.

Dívida ativa sim, Serasa não

A deputada distrital Liliane Roriz (PTB), comemora a publicação de uma Lei, de sua autoria, que impede que o governo negative quem deve para a Fazenda Pública. Para a parlamentar, contribuintes podem ter o nome inserido na dívida ativa, mas não no Serasa ou SPC.

Outros meios

Liliane entende que o GDF tem outros meios de cobrar o cidadão, sem ter que incluir o nome dos inadimplentes no Serasa ou SPC. Segundo a distrital, deixar o contribuinte devedor com nome sujo na praça dificultará ainda mais o recolhimento desses recursos.

Eliana governadora

A ex-deputada distrital e suplente de federal, Eliana Pedrosa (sem partido) confirmou que também estará na disputa pelo GDF. Eliana ainda não definiu em que partido irá se filiar. Existem rumores de que ela vá para o PMDB de Tadeu Filipelli. Apesar do desejo em disputar o governo, Eliana não fará um voo solo.

Bateu na trave

Eliana seria a candidata a vice na coligação do ex-governador Arruda nas eleições de 2014, porém seu partido na época, o PPS, não permitiu. Se o PPS tivesse mantido a autonomia de Eliana à frente da sigla, ela poderia ter disputado o governo com a saída de Arruda da disputa.

Família na ativa

A família Pedrosa tem trabalhado ativamente. Além de Eliana, o sobrinho, Eduardo Pedrosa (sem partido) deverá se candidatar a uma das vagas da Câmara Legislativa. No último fim de semana eles reuniram centenas de amigos durante evento em Santa Maria.

Danos ambientais

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e a construtora Paulo Otávio entraram em acordo. A empresa terá que construir uma escola no Sol Nascente em Ceilândia, para poder compensar os danos ambientais, causados pela construção do Shopping JK.

P.O. de volta

Paulo Otávio se distanciou da vida pública desde o início da Operação Caixa de Pandora, quando o governador Arruda perdeu o cargo e em seguida, Paulo Otávio, que era o vice, renunciou. Na época, P.O. era filiado ao Democratas, de lá para cá, apesar do distanciamento da política, P.O. se filiou ao PP.

Câmara x Majoritária

Existe a expectativa de que Paulo Otávio volte a vida pública nas eleições de 2018. O cargo em disputa ainda não foi definido, mas pelo histórico político de P.O. ele se cacifa para qualquer disputa. Recentemente o Blog da Cris noticiou que ele poderá se candidatar a Câmara Federal, sem descartar a possibilidade de uma disputa majoritária.

* A Coluna é publicada de segunda a sexta no Blog do Sandro Gianelli, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here