Senado tenta salvar financiamento para eleições de 2018

Um grupo de senadores foi designado para estudar e criar 1 consenso em torno do projeto do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) sobre financiamento eleitoral. Os congressistas devem definir a origem dos recursos para compor o orçamento às campanhas.

O grupo é formado pelo autor do projeto, Caiado, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e pelos senadores Paulo Bauer (PSDB-SC), Armando Monteiro (PTB-PE), Humberto Costa (PT-PE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Segundo o calendário definido nesta 3ª feira (19.set.2017), na reunião de lideranças partidárias do Senado, os senadores se reúnem ainda hoje para construir 1 acordo que deve ser votado na 4ª (20.set) no plenário da Casa.

Os senadores divergem entre duas alternativas: 1) manter o texto do senador Caiado, que extingue completamente o horário eleitoral e partidário e redireciona os recursos para 1 fundo eleitoral, 2) alterar o projeto para acabar apenas com o horário partidário e preservar o tempo de rádio e TV em períodos de eleição.

Pelo 2º formato, seria necessário que parte do fundo de financiamento de cerca de R$ 2,5 bilhões tivesse origem na verba hoje destinada para as emendas impositivas destinada as bancadas dos Estados no Congresso. O modelo foi pensado e apresentado pelo senador Romero Jucá.

Fonte: Poder 360

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here