Eleições 2018: eleitor de Doria não é o mesmo eleitor de Alckmin

Apesar de serem do mesmo partido, e representarem, portanto, o mesmo projeto, os votos de João Doria não se transferem para Alckmin caso apenas um deles dispute a presidência nas Eleições 2018. A recíporca também é verdadeira, os votos de Alckmin não vão diretamente para Doria. O resultado é de uma pesquisa de intenções de voto feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, que perguntou para os eleitores de Doria em quem votariam caso ele estivesse fora do páreo e fez a mesma pergunta para os eleitores de Geraldo Alckmin.

Por serem do mesmo partido, Alckmin e Doria disputam, ainda de forma velada, a vaga de candidato à Presidência em 2018 pelo PSDB. A única forma de ambos estarem nas eleições 2018 é se um deles mudar de partido. Em um cenário com Lula, Geraldo Alckmin tem 8,4% das intenções de voto atrás de Lula (26,5%), Bolsonaro (20%) e Marina Silva (9,8%). Caso fique fora da disputa, quase metade de seus eleitores, 48,3%, votaria em Doria. 20% não votariam em nenhum e os outros quase 30% se pulverizam entre os outros candidatos (Marina, Lula, Ciro Gomes, Henrique Meirelles, Joaquim Barbosa, Bolsonaro e Álvaro Dias).

Já João Doria é melhor colocado na pesquisa na disputa com Lula, na comparação com o colega tucano. Ele está em terceiro lugar, com 11,5%, atrás de Lula (26,6%) e Bolsonaro (18,5%). Caso esteja fora da disputa, apenas 34,9% dos seus eleitores votam em Geraldo Alckmin. 19,8% não votam em nenhum dos candidatos e 16% migrariam para Bolsonaro. Os outros cerca de 30% se dividiriam entre Joaquim Barbosa, Ciro Gomes, Marina Silva, Henrique Meirelles, Lula e Álvaro Dias.

O motivo da não migração automática de votos, segundo Murilo Hidalgo, diretor do Instituto Paraná Pesquisas, é o fato de o eleitor de Doria não ser o mesmo eleitor de Alckmin, apesar de eles serem do mesmo partido:

— A ligação entre Doria e Alckmin só é forte em São Paulo. Fora do Estado, os eleitores não vêem essa ligação, muitos nem sabem que são do mesmo partido. O voto do Doria se explica por ele ser novo, diferente dos demais. Já o eleitor do Alckmin é mais velho e mais conservador. Por isso que ao tirar um da disputa, os votos não migram necessariamente para o outro.

 Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here