Marketing Político uma ferramenta fundamental no processo eleitoral

O planejamento de uma campanha bem dirigida por profissionais preparados e tecnicamente qualificados consegue resultados positivamente corretos com relação ao plano traçado, resultando no crescimento do candidato e uma aproximação do sucesso nas urnas. Uma campanha organizada, centrada nas ações preestabelecidas pela equipe de comunicação, facilita no processo de divulgação e alcance do eleitor. Engana-se quem acha que uma campanha vitoriosa é aquela regada de gastos (dinheiro), mas aquela que no pleito eleitoral, além de planejada é financeiramente controlada com custos baixos. Esta é a oportunidade de demonstrar/mostrar ao eleitorado a capacidade do candidato e sua facilidade de gerenciar o País, Estado e/ou Município.

A eleição bem sucedida requer uma rede de serviços e profissionais integrados e mobilizados para a execução, coordenação e planejamento de uma campanha eleitoral. Essa interação é de suma importância. Para isso, se faz necessário executar treinamento do(s) candidato(s), ou do(s) partido(s), ou do(s) grupo(s) político(s), por meio de palestras, material de pesquisa, estudos avançados, pesquisas qualitativas e quantitativas, elaboração da identidade visual e de comunicação do político como “figura pública”, dentre outros recursos.

O Marketing Político é uma guerrilha, onde todos estão atentos nos “passos” uns dos outros, buscando informações sobre o opositor, analisando os seus erros e deslizes antes, durante e depois do processo eleitoral. Mas também é importante relatar que o marketing político é abrangente e os profissionais (marqueteiros/publicitários) da área devem explorá-lo com muito cuidado, pois o mesmo apresenta variáveis e fatores externos que dificultam o  candidato em sua jornada eleitoral.

A figura política deve ser preservada de acordo  com a localidade, o povo é quem deslumbra e deixa bem claro o perfil de um líder desejado por todos, como também é o eleitor quem revela as revoltas e mágoas daqueles que sempre descumpriram com as propostas expostas durante a eleição.

Por fim, percebe-se que para o sucesso da campanha não basta apenas estudo sobre o opositor, formação de uma boa equipe de trabalho, mas especialmente analisar o que o povo pensa, deseja e espera do candidato, pois dependerá dele superar as expectativas para alcançar o sucesso nas urnas e na sua carreira política.

Fonte: A Notícia Aqui

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJustiça Eleitoral define logomarca das Eleições Gerais 2018
Próximo artigoRedes sociais viram ameaça para as eleições de 2018

Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; autor do Blog do Sandro Gianelli; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 12h às 14h, na Rádio OK FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here