On´s e Off´s | Audiência Pública debaterá a obrigatoriedade do voto impresso nas eleições de 2018

Por Sandro Gianelli

Voto impresso

Atendendo um requerimento do deputado federal Izalci Lucas (PSDB), a Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, realizará, hoje (30), uma audiência pública para debater sobre fatos obscuros relativos às eleições de 2014 e discutir os preparativos para o cumprimento da Lei n° 13.165/2015, que determina a obrigatoriedade do voto impresso nas eleições de 2018.

Crise hídrica

Apesar das chuvas, o Distrito Federal, continua numa situação de emergência devido à crise hídrica. Essa semana o governador decretou situação de emergência por 180 dias. Na prática, isso permite fazer compras sem licitação para obras emergenciais e pode servir como argumento para pedir verba do governo federal.

Preso

O presidente nacional do Partido da República e ex-ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, ficou foragido por quase uma semana e se entregou para a Polícia Federal na última terça. Antônio é suplente de senador, e é suspeito de negociar propina da JBS para a campanha do ex-governador do Rio Anthony Garotinho.

Presidenciável

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin será o próximo presidente nacional do PSDB. Após se reunir com o senador Tasso Jereissati e o governador Marconi Perillo, o partido decidiu pela unidade e deve eleger sua nova Executiva Nacional no dia 9 de dezembro.

PSDB de SP

A vitória de Alckmin deve garantir sua indicação para disputar a presidência da República. Uma das possibilidades seria o prefeito de São Paulo João Doria se candidatar ao governo do Estado de São Paulo. Atualmente as pesquisas colocam Doria na frente de Alckmin numa disputa presidencial, mas como na política existe uma fila, Doria deverá aguardar sua vez ou trocar de legenda.

Fim da dobradinha

Confirmando a candidatura do PSDB ao governo do Estado de São Paulo, a dobradinha PSDB/PSB deverá ruir. Além disso, o PSB busca convencer o ex-ministro Joaquim Barbosa a disputar a presidência da República.

PSDB local

Com a vitória de Alckmin o deputado federal Izalci Lucas deverá permanecer no comando da sigla no DF. Izalci atuou nos bastidores na articulação pelo nome de Alckmin.

Fora da disputa

O apresentador de TV e empresário Luciano Huck afirmou que não será candidato a presidência da república nas eleições de 2018. “A hora é de trabalhar por soluções coletivas inteligentes e inovadoras para o país, e não de focar o próprio umbigo ou de alimentar polêmicas pueris. Contem comigo. Mas não como candidato a presidente.” A declaração foi publicada na Folha de São Paulo.

Apoio de peso

Com a saída de Luciano Huck da disputa pela presidência da República, cresce a vontade de membros da REDE Sustentabilidade em conseguir o apoio do apresentador de TV para a campanha de Marina Silva.

Senado

Alguns membros da REDE defendem que Marina Silva desista de uma candidatura presidenciável e concorra ao Senado. O Distrito Federal é um dos Estados onde Marina teve votação expressiva. Além disso, com Marina disputando o Senado pelo DF, o deputado distrital Chico Leite, que é pré-candidato ao governo, teria um excelente cabo eleitoral para puxar votos.

Gesto nobre

Com a desistência de Rômulo Neves de uma candidatura a deputado federal pela REDE/DF, existe uma possibilidade do partido lançar Chico Leite a Câmara dos Deputados. A REDE precisa de uma candidatura ao governo para impulsionar a candidatura de Marina Silva. A vontade de Chico Leite é de se candidatar ao senado, mas não é descartado um gesto nobre para garantir votos para o partido e atingir a cláusula de barreira.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Blog do Sandro Gianelli, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here