Escolha uma Página

Por Sandro Gianelli

Condenados

O prefeito Genivaldo Gonçalves dos Reis de Mimoso de Goiás e o vice-prefeito Manoel Ubaldino de Freitas foram condenados pela Justiça Eleitoral por captação ilícita de sufrágio, captação e gastos ilícitos de recursos, além de abuso de poder econômico, tendo sido declarada a inelegibilidade de ambos para as eleições.

Deu ruim

A decisão determinou a cassação do diploma do prefeito e vice-prefeito, sem prejuízo de multa no valor de 50 mil Unidades Fiscais de Referência (Ufirs). A inelegibilidade é de oito anos. A Justiça encontrou graves condutas atentatórias à normalidade e legitimidade do processo eleitoral e às regras eleitorais.

Caixa dois

Durante a campanha para prefeito de Mimoso de Goiás, Genivaldo dos Reis utilizou recursos que não tramitaram por sua conta de campanha. Ficou comprovada a entrega de vantagens pessoais para diversos eleitores com o fim de lhes obter o voto, tais como pagamento em dinheiro e em combustível, inclusive um dia antes das eleições.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Blog do Sandro Gianelli, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.