Escolha uma Página

Por Sandro Gianelli

Fraude em licitação

O Ministério Público de Goiás, com apoio da Polícia Civil, cumpriu mandados judiciais em Planaltina. A investigação é sobre fraudes em processos licitatórios realizados pela Câmara Municipal em 2017. A operação ocorreu última quinta-feira (1º/2). No cumprimento do mandado, promotores e policiais apreenderam documentos.

Prisão preventiva

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão na sede do Legislativo Municipal. Houve também o cumprimento de um mandado de prisão preventiva contra um servidor público da prefeitura de Planaltina denunciado pela 4ª Promotoria de Justiça pelo crime de concussão, quando existe a exigência de vantagem indevida.

Apuração

De acordo com o que foi apurado, a Presidência da Câmara de Vereadores de Planaltina realizou inúmeras contratações de bens e serviços durante o ano de 2017 com indícios de fraudes. Verificou-se que foram realizados contratos administrativos de forma direta, sem procedimento licitatório, com total inobservância da Lei de Licitações.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Blog do Sandro Gianelli, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.