Escolha uma Página

Por Sandro Gianelli

Senador Aécio Neves / Reprodução da internet

As eleições de 2018, em sua maioria, terão como foco principal a desconstrução dos candidatos. Propostas para melhorias do país e dos estados perderam espaço para o ataque direto aos candidatos e a seus aliados.

Nas eleições de 2014, tivemos um segundo turno com baixo nível de propostas, que deveriam ser o foco de qualquer eleição: conquistar o eleitor pelo que se pretende fazer. Quem não se lembra da campanha de desconstrução de Aécio Neves no segundo turno: “Aécio, quem conhece não vota”. Em seguida o vídeo mostrava que Dilma venceu Aécio no primeiro turno em seu Estado: Minas Gerais.

Para 2018, os eleitores podem aguardar cenas de capítulos parecidos com investigações minuciosas dos candidatos e de seus aliados. Sabe aquele ditado: diga com quem tu andas que direi quem tu és?

A tendência para estas eleições é de fortalecimento da divulgação de notícias falsas – Fake News – trabalhando com foco na anticampanha dos adversários. A desconstrução do adversário será determinante para a vitória daqueles que possuam passado limpo.

 

Sandro Gianelli – Jornalista, radialista e consultor político com experiência em marketing político, eleitoral, digital e pesquisa de opinião pública.