Brasil

1 minuto Representando a Associação Nacional Pró-vida e Pró Família, e com um discurso coeso e ao mesmo tempo duro, o advogado e jornalista Dr Paulo Fernando, que também é membro do corpo jurídico da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política e do Entorno – ABBP, se pronunciou hoje no Supremo Tribunal Federal onde se discute, à luz do art. 5º, X, da Constituição Federal, a compatibilidade, ou não, do art. 28 da Lei 11.343/2006, que tipifica o porte de drogas para consumo pessoal. Continue lendo