menos de 1 minuto Com receio de uma nova investida do juiz federal Sérgio Moro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, pediu novamente na tarde deste domingo (20/3), ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), que conceda uma liminar para garantir a nomeação do líder petista para cargo de ministro-chefe da Casa Civil. O pedido, semelhante ao apresentado por Cardozo ontem, tem por objetivo suspender o andamento de todos os processos e de Continue lendo

menos de 1 minuto O governo pediu ontem ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki a suspensão de todas as ações que questionam a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil, até que a Corte se posicione em definitivo sobre o assunto. Na última sexta-feira, o ministro Gilmar Mendes suspendeu, em caráter provisório, a nomeação de Lula e mandou as decisões relativas ao petista de volta ao juiz federal Sérgio Moro, à frente dos processos relativos Continue lendo

menos de 1 minuto O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu, ontem, a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro da Casa Civil. Ele ainda determinou que as investigações da Lava-Jato contra o petista continuem com o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Mendes determinou que o magistrado fosse comunicado com urgência da decisão. A suspensão foi dada em caráter liminar, provisório, e deverá ser analisada futuramente pelo plenário do STF. O ministro Continue lendo

menos de 1 minuto O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avisou a interlocutores que não tem condições de barrar o impeachment da presidente Dilma Rousseff do cargo, caso a Câmara dos Deputados se ponha a favor do processo, de acordo com reportagem publicada na edição deste domingo do jornal O Estado de S.Paulo. Renan prevê que, caso o afastamento de Dilma ganhe o aval da Câmara, haverá uma “onda” que certamente resultará em sua cassação. Pelo rito estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Continue lendo

menos de 1 minuto Há dois anos, o delegado federal Igor Romário de Paula estava à frente da equipe responsável por puxar um fiapo que revelou um novelo de corrupção tão engenhoso e complexo que até agora não se sabe onde está a ponta final. Hoje, aos 43 anos, o policial que coordena as investigações da Lava-Jato comanda uma equipe de 2 930 policiais que atuam no desbaratamento do maior esquema de corrupção já revelado no Brasil. Curitibano, casado com uma delegada, tem duas Continue lendo